quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

TOMAR DECISÕES


Quando você tiver de tomar uma decisão, escute a voz da sua alma. Quando falo em alma, refiro-me aquela voz interior que quando nos permitimos escutar, sentimos um alívio e o aperto no peito se desfaz. Às vezes uma escolha parece extremamente difícil porque envolve uma série de desafios. Mas os desafios existem para obrigá-lo, a crescer, e não para transformarem sua vida em um inferno como muitas vezes preferimos pensar.

Seja corajoso e ouse crescer, mesmo sabendo que poderá ter algumas perdas. Sempre repito isso a mim mesma e para quem me rodeia: toda escolha implica em perda. Não espere satisfação plena como consequência de sua decisão, pois essa não existe, e você pode se frustrar. Isso não quer dizer "pensar de modo negativo" antevendo coisas ruins, é bem diferente disso.

ESCOLHA IMAGINANDO QUE A DECISÃO QUE ESTÁ TOMANDO É A MELHOR POSSÍVEL QUE VOCÊ PODERIA TOMAR DE ACORDO COM OS RECURSOS QUE VOCÊ POSSUI NO MOMENTO PRESENTE. NÃO SE CULPE POR NÃO SER CAPAZ DE PREVER O FUTURO. EU E VOCÊ SABEMOS COMO ISSO SÓ SERVE PARA TE ATORMENTAR E NÃO LHE AJUDA EM NADA.

Seja lá qual decisão tomar, escolha aquela que lhe traz mais paz.

Lory Gonçalves