terça-feira, 29 de maio de 2012

Significado Psicológico dos Medos: Medo de desgraças

Quando alguém tem um medo muito grande de que algo terrível possa acontecer em sua vida, vive em meio a insegurança e possui uma visão pessimista dos eventos e da vida. Ela sente como se fosse incapaz de lidar com problemas que venham a surgir, o que denota uma baixa autoestima.

O mais curioso de tudo é que este comportamento pode ser compreendido como um modo de defesa do sujeito, pois antecipando desgraças que geralmente não ocorrem, ela sente como se tivesse se preparando para o possível problema e depois que ele não ocorre, sente um grande alívio. A teoria da abordagem cognitivo-comportamental é que este alívio decorrente do fato de que a desgraça imaginada não ocorreu, alimenta este comportamento de preocupação antecipada.

É necessário que indivíduo pese na balança os prós e contras de se preocupar antecipadamente, pois apesar de sentir-se "preparado" caso algo ruim ocorra, a ansiedade que acompanha a preocupação pode ser tão grande que paralisa a vida da pessoa, pois entrando em um desespero antecipado, ela sente-se desprotegida e vive em um estado de hipervigilância, sempre atenta a possíveis desgraças. Depois que o evento não ocorre, ela sente um alívio, mas este é temporário, e logo o sujeito identificará outra possível ameaça que precisa se proteger, gerando um estresse que afeta sua saúde física e psicológica.

Se preocupações assolam a vida da pessoa de forma continuada e traz prejuízos para o seu bem estar, isso pode ser indicativo de um transtorno denominado pelos psiquiatras de "transtorno de ansiedade generalizada". Nele, a pessoa gasta muito tempo da sua energia mental se preocupando com quase tudo e vocês podem imaginar o quanto isto tudo pode ser muito angustiante.

Caso você tenha preocupações excessivas é necessário se policiar para ficar sempre no presente, no "aqui e agora", além de trabalhar a autoestima, a autoconfiança e os pensamentos/ crenças que alimentam as preocupações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário