sábado, 8 de outubro de 2011

Saberei viver

Quando encontrar o meu lugar no mundo. Quando integrar os meus sentimentos a todas as outras coisas. Quando não for tão instável. Quando conseguir controlar o meu estado de espírito. Quando não depender tanto da expectativa dos outros. Quando os meus olhos estiverem concentrados em mim. Quando não me desesperar mais por causa do que ainda não tenho. Quando puder me sentir inteiro mesmo nos dias cinzentos e chuvosos. Quando não quiser mais morrer sempre que tiver de resolver uma situação difícil. Quando não ficar paralisado por tédio, impotência, insegurança e medo. Quando puder fazer uma boa separação entre mim e os outros. Quando perder o medo de ter medo e tiver a paciência de me submeter ao tempo. Quando não houver pressa de alcançar o futuro e eu puder viver mais tranquilo e menos tenso. Quando eu falhar sem ter sensação de fracasso. Quando não ficar tão iludido a ponto de sofrer uma desilusão. Quando não me enraivecer com tanta frequência e puder tolerar melhor as coisas que não dão certo. Quando ficar «muito rico» não seja mais uma necessidade imperiosa para viver. Quando puder me olhar no espelho e ser mais condescendente quando não me achar tão belo.
Então... por certo ficarei em paz. Deixarei de me julgar com tanto rigor. Terei crescido. Serei dono de mim e das minhas coisas.
Saberei viver... MAIS FELIZ!
(Autor desconhecido)

Um comentário:

  1. Preciso encontrar paz espiritual, estou só, não tenho quem eu possa dialogar e uma mãe que sabe das minhas fraquezas e mesmo assim passa por cima dessas fraquezas para ser boazinha com outras pessoas me fazendo sofrer e perder o controle ficando com a consciência pesada e mais solitária e infeliz. Me tornei uma pessoa isolada, desanimada e sem interesse. Estou estagnada, não tenho nada na cabeça, não sei onde estou, e não sei para onde vou, não sei o que fazer...

    ResponderExcluir