quinta-feira, 21 de abril de 2011

MITOS CONJUGAIS

O livro «Mitos Conjugais» do psicólogo Arnold Lazarus (Editorial Psy) traz uma reflexão sobre 24 crenças que podem arruinar uma relação amorosa, se configurando em uma importante obra para todos os interessados em melhorar seus relacionamentos.

Algumas crenças abordadas são bastante polêmicas, mas são fundamentadas na experiência do autor como terapeuta de casais.

Um exemplo é a crença «você deve fazer o outro feliz no casamento». De acordo com Lazarus um dos piores erros que cometemos é de aceitar a responsabilidade pelos sentimentos dos outros, nos culpando pela infelicidade alheia.

É importante compreender primeiro que a felicidade é um estado transitório e ninguém se sente feliz o tempo todo. Outra questão relevante, é que como afirmou Abrahan Lincon, «a maioria dos indivíduos são tão felizes quanto a capacidade deles permitem», ou seja, só o outro tem a capacidade de se fazer feliz e isto explica casos onde nos desdobramos para agradar nosso parceiro e não conseguimos.

Devemos fazer a nossa parte para termos uma boa relação, mas não devemos esquecer que cada um é responsável pela sua felicidade.

Para saber mais, leia o outro post sobre a crença "os opostos se atraem e se complementam"!

Um comentário:

  1. Concordo com oque você disse. Para mim, a felicidade é uma receita pessoal e intransponivel, que não pode ser passada adiante. As vezes o meu conceito de felicidade pode parecer tão agressivo e surreal para uns, e normal e indiferente para outros.

    Abraços,

    Dan.

    ResponderExcluir